ajuda
Dicas para sair do vermelho

Dicas para sair do vermelho

por | 26-08-2020 |

Ficar com o nome sujo pode trazer dificuldades para a vida de qualquer pessoa. Com o CPF negativado, fica mais complicado abrir uma conta corrente no banco e ter acesso a créditos e financiamentos para comprar uma casa ou um carro. Se você está nessa situação e quer ficar bem longe dela, o banQi te ajuda! Confira nossas dicas para te ajudar a sair do vermelho:

Entenda sua situação financeira

Antes de qualquer coisa, é muito importante que você coloque no papel quanto você deve, há quanto tempo e para quem. Entender a real situação das suas finanças é essencial para começar a se organizar, para entender quais são as prioridades e quais devem ser quitadas antes. Fique atento para não esquecer de nada: até mesmo pequenos valores devem ser incluídos nessa hora.

Muitas vezes o dinheiro é um tabu e muitas famílias não conversam sobre isso abertamente. Falar sobre o tema é importante para envolver todos no objetivo de redução de gastos ou busca de outras soluções.

Organize suas finanças e descubra quanto dinheiro você tem disponível por mês

Organização e planejamento vão ser seus melhores amigos! Organize seus gastos e ganhos mensais para saber quanto dinheiro você terá disponível para pagar as parcelas de suas dívidas. Lembre que você terá as contas da casa para pagar, faça uma previsão de gasto extra e separe o valor mensal que será usado exclusivamente para quitar dívidas.

Listar todas as contas em atraso é super importante. Para se organizar melhor, você pode separá-las por categoria: cheque especial, prestações, cartão de crédito, empréstimos e outras. Insira na lista o valor devido e os juros cobrados. Além disso, vale escolher as dívidas prioritárias. Por exemplo, colocar no topo da lista os serviços essenciais, como água, telefone, gás e luz. A seguir vêm os empréstimos que têm bens como garantia (carro ou imóvel), que podem ser penhorados. Em terceiro lugar, as dívidas com juros mais altos, como o cheque especial e o cartão de crédito.

Procure credores para negociar

Muitas vezes é possível negociar o valor da dívida. Vale acessar o portal do consumidor para checar isso. Fique atento a feirões limpa nome em sua cidade. É importante lembrar que você pode sempre negociar as condições de pagamento: não precisa aceitar a primeira proposta de acordo feita pelo credor. Faça outras propostas e tenha claro o valor que poderá pagar. Assim que fechar um acordo de renegociação e pagar a primeira parcela da dívida, seu nome deve ser retirado da lista de inadimplentes em até cinco dias.

Guarde dinheiro para emergências

Imprevistos acontecem e é necessário que você esteja preparado para lidar com eles. Por isso, reserve uma quantia mensal do seu salário para garantir que se alguma emergência acontecer você não precise se endividar mais.

Evite compras parceladas e controle seu orçamento

Em casos de endividamento, a melhor opção é pagar à vista. Se não for possível, anote as compras parceladas, o valor das parcelas e por quanto tempo você vai pagá-las. Até mesmo valores pequenos interferem no orçamento do mês seguinte, por isso é muito importante que você tenha seus gastos sob controle!

Pague a dívida com maior taxa de juros primeiro

Priorize as dívidas com as maiores taxas de juros. Dessa forma você evita uma bola de neve. Quanto mais rápido você quitar as contas com taxas de juros altas, mais dinheiro vai sobrar para você pagar as outras.

Diminua o limite do cartão de crédito

Para quitar suas dívidas, reduzir gastos é essencial. Uma boa dica é diminuir seu limite do cartão de crédito: lembre-se de nunca deixar esse limite ser maior do que sua renda! Outra opção é trocar seu cartão de crédito por um cartão pré-pago. Desse jeito, você gasta só o que pode e não precisa lidar com novos juros e taxas abusivas.

\ Ainda não tem seu cartão pré-pago banQi? Clique aqui para saber mais e deixe para trás seus problemas com taxas e juros injustos. Para conhecer mais vantagens do banQi, clique aqui.

Compartilhe
Mais Recentes

Instagram What's App Facebook Twitter