ajuda
Dicas para ajudar o seu negócio na quarentena

Dicas para ajudar o seu negócio na quarentena

por | 13-05-2020 |

Muitas pessoas estão isoladas em casa para ajudar a conter a pandemia de coronavírus e isso afetou o trabalho de autônomos. Pra ajudar a passar por esse momento difícil também nos negócios, a gente reuniu dicas e ajudas do governo federal que podem servir pra quem foi prejudicado.

Adapte o seu negócio

Em momentos de crise, vale tentar ser criativo! Trazer o seu negócio para internet e promover seu trabalho pelas redes sociais é um bom começo. Vender pelo WhatsApp, por exemplo, é uma maneira de manter o seu fluxo de caixa e ficar próximo do seu cliente!

Além disso, o governo também está com programas de auxílio financeiro para quem é microempreendedor. Vem ver quais são eles!

Auxílio emergencial

O governo federal criou uma ajuda financeira para trabalhadores informais, autônomos e MEIs. Desde abril, todos esses trabalhadores que tiveram o seu rendimento afetado pela pandemia estão recebendo um auxílio de R$ 600,00. A gente já falou mais sobre isso aqui.

Linha de crédito para pagamento de salários (BNDES)

O BNDES aprovou no último dia 22 de abril um empréstimo para 3.770 empresas. A média por empresa do valor dos empréstimos é de R$ 17,5, somando em R$ 66 milhões emprestados. O programa vai financiar salários de pequenas e médias empresas durante a crise de coronavírus.

Linha de crédito Proger Urbano Capital de Giro

Publicado pelo governo federal em março, essa medida do governo federal oferece linhas de crédito para atender às empresas durante a pandemia. Por meio dessa linha de crédito, é possível financiar relativos ao ciclo operacional da empresa como salários, aluguel, água, matéria-prima, etc.

Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO)

Devido à crise, o governo facilitou o acesso a essa linha de crédito destinada a microempresas e MEIs. O foco é financiar as atividades produtivas de empresas com o faturamento de até R$ 200 mil ao ano.

Simples Nacional

Todo microempreendedor individual (MEI) formalizado pelo precisa pagar o Simples Nacional. Devido ao coronavírus, o governo prorrogou essa tributação e agora você tem seis meses para pagar as taxas referentes a março, abril e maio. O calendário novo já está disponível.

FEME

A Fundação Casas Bahia, em parceira com o banQi, vai apoiar 2 mil mulheres por meio do Fundo Emergencial Mulher Empreendedora. O fundo vai distribuir, por meio do banQi, ao todo R$ 1.000,00 para as microempreendedoras poderem investir mais no seu negócio neste período de crise.

Já conhece o banQi? Aqui você pode ver todas as nossa vantagens. Com a gente, você pode pagar o seu carnê Casas Bahia com mais facilidade e ter todas as funcionalidades de um banco comum e sem burocracia! Baixe o aplicativo para o seu Android ou iPhone e abra a sua conta agora.

Compartilhe
Mais Recentes

Instagram What's App Facebook Twitter