ajuda
Segurança na internet: como ter as melhores experiências online com banQi

Segurança na internet: como ter as melhores experiências online com banQi

por banQi | 11-02-2020 | Finanças Pessoais

Segurança na internet: como ter as melhores experiências online com banQi

A internet facilita a vida de milhões de brasileiros. Compras, depósitos, transferências e outras transações financeiras se tornaram mais rápidas e fáceis do que nunca. Mas, para ter o máximo de segurança na internet e evitar armadilhas, é preciso estar atento a algumas coisinhas.

Calma! Não precisa se assustar. Para te ajudar, separamos algumas dicas sobre os principais golpes e explicamos como você e sua família podem navegar com segurança na internet. Vem ver:

1. Não use a mesma senha

Usar a mesma senha em vários sites é algo que muitas pessoas fazem, mas isso é um grande erro. Apesar de geralmente terem grandes equipes de segurança da informação, sites não são perfeitos e podem ter suas informações vazadas.

Se isso acontecer, pessoas mal-intencionadas terão acesso à senha que você usou naquele site e com certeza irão testar em outros lugares. Imagine só o estrago se suas senhas forem todas a mesma.

Evitar esse problema é fácil: tenha uma senha diferente em cada site e prefira opções mais elaboradas, que não sejam o nome de uma pessoa próxima, nem o número de um telefone. No geral, uma boa senha tem no mínimo 8 dígitos, pelo menos uma letra maiúscula, algum caractere especial como @, # ou _ e não deve usar números repetidos ou sequenciais.

Se você costuma usar a mesma senha em vários sites para não esquecer, existem aplicativos como o 1password, que te ajuda na tarefa de guardar as suas senhas de forma segura.

2. Acompanhe grandes vazamentos de informações

No site Have I Been Pwned, você pode descobrir se os seus dados estavam presentes em um dos maiores vazamentos que aconteceram na internet - basta inserir o e-mail que deseja conferir (nenhuma outra informação será pedida).

Apesar do site ser em inglês, você pode contar com a ajuda do Google Tradutor para te ajudar a entender o que está sendo dito.

Caso seus dados tenham sido vazados, recomenda-se mudar a senha na plataforma em questão e garantir que nenhum outro site ou aplicativo que você usa tenha aquela mesma senha ou e-mail.

3. Evite deixar seu cartão salvo

Salvar seu cartão em sites de compras pode até ser prático - especialmente se você fizer muitas compras - mas é um risco a mais. Se você esquecer seu login aberto em algum computador compartilhado, ou tiver sua conta invadida, a dor de cabeça poderá ser enorme.

Lembre-se de desmarcar a opção de salvamento sempre que puder.

4. Prefira comprar em sites HTTPS

Sites que possuem o protocolo HTTPS têm uma camada extra de segurança para os seus dados e são mais seguros em comparação com um site HTTP. Parece difícil, mas descobrir qual desses está sendo usado é muito fácil: basta conferir se antes do link tem um http:// ou https://.

Caso esteja usando o Google Chrome, você pode conferir o cadeadozinho ao lado da URL. Se estiver aberto, ou mostrando a mensagem “não seguro”, quer dizer que o site usa protocolo HTTP e não oferece o máximo de proteção para os seus dados.

5. Confira a URL antes de comprar

Golpistas também podem ‘roubar’ a aparência de sites famosos para passar mais credibilidade e fazer você achar que está comprando no lugar certo. No geral, esses sites falsos não são HTTPS, por isso, se o site não tiver esse protocolo, tome um cuidado extra.

Seja como for, sempre confira o link na barra de navegação antes da compra e, na dúvida, pesquise pelo site verdadeiro no Google para comparar.

Normalmente, o site verdadeiro será mais curto, trazendo apenas o nome da marca e finalizando com .com, .br, ou .com.br.

Exemplo de site verdadeiro:

Exemplos de URL de sites falsos:

Obs: considere apenas o que estiver antes da barra. Caso esteja acessando o site através do celular, é comum ter um “m” na frente do link, para indicar que você está acessando a versão “mobile” (móvel) do site.

6. Pesquise sobre a reputação da loja

Hoje em dia é possível saber se uma loja online tem uma boa reputação através de sites como o Reclame Aqui e o Ebit, onde as pessoas compartilham suas experiências e falam sobre os problemas que tiveram.

Fuja de furadas: abra um dos sites acima para descobrir quais são os problemas mais comuns e se a empresa está disposta a resolvê-los. Uma loja mal intencionada não terá boas avaliações e não terá o costume de resolver os problemas de seus consumidores.

Caso a loja também não tenha nenhuma informação, provavelmente é porque ela é nova. Neste caso, recomendamos que você espere um pouco mais antes de fazer a compra ou escolha outro site com o mesmo produto.

7. Descontos muito grandes costumam ser falsos

Sabe aqueles super descontos sendo oferecidos por sites desconhecidos? Desconfie, pois podem ser uma grande mentira.

Para não cair nesse tipo de golpe, sempre pare e pense antes de comprar. Só finalize a compra depois de conferir todos os itens de segurança que falamos anteriormente. Não deixe mensagens como “a oferta acabará em 15 minutos” te desesperarem, afinal, é melhor perder a promoção se isso for garantir a sua segurança.

8. Não use redes WiFi abertas/públicas para fazer compras

Evite redes abertas/públicas na hora de fazer compras online.

Ao usar um Wi-Fi sem senha ou público, você deixa seus dados abertos e disponíveis para que pessoas usando a mesma rede os roubem. Claro que isso só poderia ser feito por pessoas mais experientes, mas é melhor não arriscar para manter a sua segurança na internet.

9. Mantenha tudo atualizado

Atualizações de sistemas e aplicativos podem conter uma correção para alguma falha de segurança, ajudando a manter suas informações ainda mais protegidas. Não atualizar pode permitir que seus dispositivos e contas sejam invadidos por hackers ou programas danosos que já saibam sobre essas brechas.

10. Cuidado com comunicações falsas

Pessoas fingindo ser funcionárias de uma determinada empresa para conseguir dados é um crime comum, que ainda funciona com muitos pela falta de informação.

Fique atento: ninguém da equipe de banQi pedirá sua senha por e-mail, telefone ou sms, ou ligará para você pedindo que você passe dados pessoais sem que você tenha entrado em contato antes. Além disso, não oferecemos o serviço de cheque.

11. Fique atento à fraude do boleto editado

Uma das fraudes mais populares entre golpistas é editar os dados de um boleto para fazer com que ele pareça ser de um lugar, quando, na verdade, é de outro.

Os números no código de barras podem parecer aleatórios, mas trazem várias informações como o número da instituição financeira e o valor a ser pago, como se fosse um endereço de envio para seu dinheiro.

Fique atento: os primeiros 3 números do código de barras indicam qual é a instituição financeira que emitiu o boleto, enquanto os 4, ou 5, últimos (dependendo do valor da compra) indicam o preço. Além disso, fraudadores não conseguem editar o código de barras, apenas os números que ficam em cima. Então, se o código de barras estiver dando erro, desconfie.

O ideal é evitar pagar boletos enviados por pessoas ou sites desconhecidos e, se possível, realizar o pagamento pessoalmente, após receber o produto ou serviço. Você ainda pode contar com sites como o PayPal, que dão uma proteção a mais para seu dinheiro.

Principais recomendações do banQi para a sua segurança na internet

A equipe banQi recomenda que você:

  • não instale programas desconhecidos, nem abra arquivos executáveis dos quais desconhece a origem;
  • não faça compras online com seu cartão Mastercard banQi em computadores compartilhados;
  • não anote senhas em lugares inseguros;
  • caso perca o cartão, contate nossa equipe imediatamente;
  • não use senhas com datas de aniversário, telefones ou nomes de pessoas próximas;
  • troque as suas senhas periodicamente, sem repetir as últimas senhas que usou.

Agora que você sabe o básico para navegar online de forma segura e responsável, aproveite todas as vantagens de nossa conta digital para facilitar ainda mais a sua jornada.

Sobrou alguma dúvida sobre segurança na internet? Contate a equipe ajudaQi no WhatsApp para saber mais: 0800 205 3283

Compartilhe
Mais Recentes

Instagram What's App Facebook Twitter